A importância da produção de conteúdo em redes sociais

O marketing digital é uma tendência que vem crescendo ao longo dos anos. Apesar de ter nascido junto com a internet, nos anos 60, ele começou a ter relevância na década de 90, com o acesso massivo da população ao mundo online. Mas, mesmo assim, ainda era pequeno se comparado ao que ele é hoje, desde a chegada das redes sociais.

A partir dos anos 2000, tivemos o boom das redes e esse foi o estopim para que muitas empresas vissem no marketing digital e, mais precisamente, na produção de conteúdo, uma ótima forma de fidelizar clientes, melhorar a comunicação e, mais do que tudo, vender.

O conteúdo se tornou a chave, peça fundamental para que as marcas tivessem uma boa comunicação com seu público e, por isso, o movimento passou a ser grande na área. Mas não basta somente postar fotos, vídeos e textos ao acaso e, claro, fazer uma rede e não movimentá-la também é um grande problema. O conteúdo para as redes é feito para manter um relacionamento com o público, por isso, é preciso pensar em estratégias, planejamento e ações que sejam relevantes para quem vai consumir.

Como construir um conteúdo de qualidade para as redes sociais?

Pensar em materiais efetivos, que vão fazer a diferença no feed dos seguidores é um trabalho complexo, que vai desde planejamento, até a produção da arte e dos textos de apoio.

A ideia é sempre proporcionar uma boa experiência para o usuário e impacta-lo de forma positiva. Além disso, é necessário manter uma constância, para que o conteúdo não seja esquecido. É importante estar sempre presente.

Saber quem é seu público?

Antes de tudo e talvez um dos passos mais importantes, é conhecer o público com quem você deseja se comunicar. É necessário definir e entender as “personas”, que são personagens fictícios para representar o consumidor da marca, e a partir daí pensar no que elas gostariam de ver e quais os melhores formatos para que ela absorva este conteúdo. Os materiais desenvolvidos devem ser pautados em dados reais sobre as personas, como as principais perguntas, as dúvidas, histórias e cases que seriam relevantes para elas.

Construir um tom de voz para marca

Em qualquer comunicação, é importante pensar na linguagem que a marca irá se expressar. E ela deve ser a mesma do seu público. Pesquisas podem ajudar neste processo, e observar como os consumidores falam, buscam expressões, palavras e frases que possam conversar com o perfil da marca e, ao mesmo tempo, com o público-alvo. Quanto mais próximos eles estiverem, mais se sentirão representados pela empresa e mais fiéis serão ao conteúdo e aos produtos em si.

Criar conteúdos específicos para cada plataforma

Postar um conteúdo igual para todas as redes, pode não ser a forma mais eficiente de criar projetos engajadores. Copiar e colar o mesmo texto e imagem para todas as plataformas pode soar como algo repetitivo e falta de esforço da marca. Cada rede tem um estilo, uma linguagem e um público. É preciso pensar em formatos que condizem com o que cada plataforma pede e usar e abusar da criatividade. Assim, os conteúdos podem se tornar únicos e exclusivos, gerando mais atenção do consumidor.

Humanizar

Com o passar dos anos, a internet se tornou cada vez mais parte da rotina, do dia a dia das pessoas. Ela é parte da vida e, por isso, precisa ser cada vez mais humanizada. Com os conteúdos não é diferente. Fazer textos como se conversassem com o usuário, mantendo e provocando um diálogo, se comunicando com ele com igualdade. Além disso, o uso de fotos e vídeos de pessoas reais e situações que façam sentido para quem está vendo. Fazer com que a empresa haja como uma pessoa e não somente como um robô ou uma organização. Mantendo a educação e a cordialidade, mas sem perder o relacionamento e o lado humano.

Ter objetivos claros

Ao pensar em um conteúdo de qualidade, é preciso entender qual é o objetivo dele. Seria para gerar engajamento? Então, é sempre importante fazer uma pergunta ou deixar algo que faça os usuários quererem comentar. Melhorar o alcance da marca? Existem diversas ferramentas em alta, como reels e áudios em trends. É importante lembrar qual é a função do conteúdo em si, para que ele seja feito prevendo as estratégias e obtendo os resultados esperados.

Ficar de olho no mundo

Um dos passos mais importantes para o conteúdo é que ele seja condizente com o que está acontecendo. Atenção aos memes do momento, às notícias e novidades do mercado. Explorar todas as possibilidades, usar o factual a favor da organização, sempre respeitando a voz da marca e o tipo de comunicação do público em questão.

Acompanhar as métricas e usa-las para fortalecer a comunicação

O passo final do conteúdo é o resultado, ou seja, as métricas. É importante olhá-las e entendê-las. O acompanhamento dos dados ajuda a melhorar a comunicação e torná-la mais eficiente. Por exemplo, se os usuários engajam mais em vídeos do que cards estáticos no perfil, investir mais nesse formato é uma ótima escolha. Ou, se um conteúdo para o blog com menos palavras foi mais visualizado do que os artigos maiores, produzir mais conteúdos concisos nos próximos. Usar as métricas a favor da marca para criar conteúdos que sejam relevantes e únicos aos olhos dos consumidores.

Ana Clara Soares
Gestora de Equipe Criativa da Agência Orquestra Digital






Deixe um comentário