Um canal no Youtube – sua empresa precisa de um

Além de manter blogs e redes sociais, é fundamental que uma empresa crie um canal no Youtube

O século 21 trouxe um infindável número de mudanças sociais. Uma delas é a forma com que as pessoas consomem tudo – de produtos a notícias. Nesse cenário, pensar em uma estratégia de marketing empresarial que envolva apenas as mídias tradicionais como tv, rádio e veículos impressos torna-se ineficiente. A internet é o centro das interações na sociedade contemporânea. Uma empresa que não está nessa plataforma está um passo atrás no caminho pela busca de novos clientes.

Além de manter blogs e redes sociais, é fundamental que uma empresa crie um canal no Youtube, visto que essa plataforma cresceu 165% entre 2014 e 2019, contra apenas 24% da TV no mesmo período. É fácil entender essa dinâmica quando pensamos no ritmo de vida que a sociedade pós-moderna leva com mais horas no trabalho, mais tempo gasto na locomoção e a necessidade de agilizar todos os processos, inclusive, o de aquisição de conhecimento. E os vídeos atendem perfeitamente a essa demanda, visto que o cérebro humano processa as informações audiovisuais 60 mil vezes mais rápido do que em palavras.

Considerando que o Youtube conta com mais de 500 milhões de horas de reprodução diariamente e que o Brasil é um dos países em que as pessoas mais assistem vídeos, manter um canal nessa plataforma é fundamental para a sobrevivência das empresas atualmente.

Vantagens do Youtube

Manter um canal no Youtube não é uma tarefa difícil, a internet está repleta de tutoriais e muitas são as empresas especializadas na produção desse tipo de conteúdo.

A principal vantagem desse mecanismo é que se trata de uma ferramenta gratuita de fácil manuseio. Além disso, possui ferramentas que ajudam na divulgação do seu vídeo e é estável, visto que utiliza o servidor do Google. Fora que o custo de criação é bem menor do que as campanhas tradicionais.

Outro ponto positivo conteúdo em vídeo para o consumidor é que requer pouco esforço de consumo, é uma experiência passiva que pode ser usufruída a qualquer momento, em vários suportes como notebook, tablets e celulares. E se não bastasse tudo isso, os vídeos são compartilháveis, geram empatia, aproximam o consumidor da marca pela identificação e engaja o público.

Credibilidade

Uma coisa que as empresas precisam ter em mente é que os hábitos de consumo mudaram bastante.

As pessoas não compram mais só porque o comercial da TV a comoveu, embora o caráter emocional ainda seja muito relevante.

De forma resumida, a decisão de compra funciona da seguinte forma:

1 – Primeiro a pessoa descobre que tem um problema;

2 – Depois considera que o problema tem solução;

3 – Depois decide quem vai contratar para solucionar o problema.

Durante esse processo, a pessoa vai pesquisar na internet as opções disponíveis para resolver a sua questão. Isso inclui a pesquisa de marcas e produtos e a troca de informação com outras pessoas que já usaram aquele material. Considerando que o Youtube é o segundo mecanismo de busca mais usado na internet, é fácil entender como a presença nessa plataforma é fundamental para uma empresa que pretenda se manter respirando na sociedade pós-moderna. E é só através da produção de um conteúdo relevante que a marca irá gerar credibilidade e autoridade perante seu público-alvo.

Gerando engajamento

Antes de sair produzindo vídeos aleatoriamente, é importante que o empreendedor saiba que esse recurso requer bastante comprometimento para dar certo. Uma estratégia de marketing de conteúdo deve constar do planejamento de qualquer empresa que pretenda marcar presença no universo digital. Por mais fácil que o processo seja, precisa passar por etapas criteriosas para que o resultado seja o esperado, ou seja, gerar engajamento e vendas.

A primeira coisa a ser feita é saber para quem está produzindo. Conhecer o público-alvo da empresa é fundamental para a elaboração de um material eficiente. Depois é preciso definir temas e elaborar as pautas. Com tudo isso pronto é hora de elaborar o roteiro do vídeo e, aí sim, ligar a câmera. Para gerar o engajamento pretendido, é preciso que o material seja bem feito, considerando detalhes como som, iluminação e a naturalidade de quem vai falar.

É preciso ter sempre em mente que a internet está repleta de conteúdos similares e que basta um clique para sair do seu canal e ir para outro. No entanto, cada uma dessas etapas requer conhecimentos técnicos específicos, portanto, o ideal é procurar profissionais especializados que ajudem a empresa a marcar presença no cenário digital de um jeito mais assertivo.

 

Fonte: ODebate.com.br